terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Mal-me-quer

3 comentários:

Edinho disse...

Bem te quero
Te quero sempre
Bem na maioria das vezes
Mal não te quero
Te quero sempre
Mal, nunca.
Te quero perto
Te quero longe
Fato é
que te quero muito bem
Minha querida
Amiga!

Edson Carvalho Miranda
O bucaneiro
http://obucaneiroed.blogspot.com/

SUSANA disse...

"Meu bem-querer não me quer bem
Se esse mal-me-quer traduz-se em desdém
É pior o mal querer e já não o quero bem."

Susana Monteiro

Norival R. Duarte disse...

Jenny:

Não me queiras mal, mas eu te quero bem e quero também te pedir desculpas por não ter, até hoje, agradecido à visita que fizeste ao meu blog e ao comentário que deixaste lá em 27 pp, na minha postagem do dia 3 do mesmo mês. Esse procedimento – deixar de responder a quaisquer comentários lá postados - não é, em absoluto, coisa corriqueira deste teu conterrâneo. Foi uma enorme falha minha e espero estar redimido com esta visita a este blog, nele ter navegado demoradamente e visto, principalmente, as tuas postagens. Gostei de todas - E porque não? – de todo o blog em si.

Abraços papagoiabenses i bibida prus músicus!