terça-feira, 21 de outubro de 2008

Onde estão os Direitos HUMANOS!!?

Sei que parece repetitivo, e sei que não é a primeira vez que vamos ver esse tipo de tragédia “anunciada ou não”, mas se os policiais tivessem atirado e matado em frente às câmeras o Lindemberg Alves com certeza estaríamos vendo varias pessoas e os “Direitos Humanos” querendo a cabeça do policial que atirou e condenando a atitude de policia. Como quem morreu foi novamente a vitima, a pessoa que não estava transgredindo a lei, e que não oferece risco a sociedade, então não vemos o pessoal dos direitos humanos se manifestarem, e se o fazem, não o fazem de forma que seja suficiente para a sociedade.Não seria talvez seja por conta da falta de exemplo, e a certeza da impunidade por parte dos animais que comentem crimes como este? Até quando seremos obrigados a conviver com tanta selvageria?Fico me perguntando até quando ainda vamos ver, aturar, e conviver com cenas como essa da menina Eloá e Nayara de Santo André como a do mínimo João Helio do Rio e tantas outras tragédias passadas e que estão por vir se continuar como está? Nossos impostos não são pagos justamente para que policiais sejam treinados para resolver crises como essa?Será que existe alguma coisa a ser feita para buscar uma solução?Continuo batendo na tecla que nós cidadãos comuns é quem somos culpados! Por dois motivos, não cobramos das autoridades soluções para a violência exacerbada e a falta de impunidade (só nos dias que acontece) e banalizamos a morte de pessoas inocentes, passou a fazer parte do nosso dia a dia. A maioria das mortes não nos comovem mais.

Quando estava terminando de escrever esse desabafo em forma de questionamento e revolta
contra a violência, tive a notícia sobre o pai da Eloá, então escrevi o complemento e vou colocá-lo aqui também, na mesma postagem.

Sogro e genro na mesma cela?

Após a tragédia que foi a morte da menina Eloá e o enterro do corpo da menina, somos surpreendidos pela notícia de que o pai dela é foragido da policia de Alagoas sob a acusação de fazer parte de grupo de extermínio formado por policiais militares. Seria muita ironia da vida ver Aldo José da Silva ( pai de Eloá) e Lindemberg Alves, (Namorado e assassino da Eloá) dividirem a mesma cela. Como dizem alguns sábios os fantasmas cultivados por um homem o segue pela vida toda, e um dia o encontra, o que nos dá a certeza de que o inferno é aqui e que nossos crimes não ficarão impunes.

Nenhum comentário: